Nossa História

Saiba como tudo começou!

0836Desde cedo ja sabia que não queria pescar, mas também não queria sair da Almada. Terminei o segundo grau e fiz dois meses de engenharia civil na Unitau. Qualquer formação universitária forçaria a deixar á bela e linda praia da Almada. No final dos anos noventa a praia da Almada estava atraindo cada vez mais turistas.

Nessa época só tinham dois restaurantes na praia, e numa conversa com o Aguinaldo, meu primo e com a mesma idade, resolvemos fazer um pequeno bar no antigo rancho de pesca do meu pai. Na qualidade de caiçaras tradicionais, nossa idéia era fazer coisas diferentes das servidas na praia naqueles tempos e todas as idéias sempre foram bem vindas.

No dia seguinte, Aguinaldo apareceu com uma planta desenhada numa folha de caderno. Tínhamos um desenho e a idéia, mas nenhum dinheiro. Meu pai deu o rancho e um freezer grande. A mãe do Aguinaldo doou uma geladeira usada. Minha mãe me emprestou uma quantia em dinheiro, mas o apoio foi fundamental.

0567Muita gente na praia nos ajudou e o que parecia sonho já era realidade. Nós mesmos fizemos toda estrutura dos telhados. Trabalhamos duas temporadas e na terceira um vendaval levou o que tínhamos construído. No dia seguinte contratamos marceneiros que fizeram uma obra a prova de qualquer tipo de chuva e tempestade.

Hoje em dia esta tudo mais fácil, com uma simples ligação e recebemos tudo que precisamos dos fornecedores. Mas já trouxemos muitas caixas de cervejas e vários sacos de compras pelo ônibus circular.

Hoje o bar conta com uma completa estrutura de atendimento. Com cozinha equipada, sanitários com fraldarios, recepção de lanchas e uma clientela satisfeita e fiel ao cardápio bem preparado e ao atendimento personalizado.

Cada dia, cada acontecimento, serviu de aprendizado para nós e, sobrevivemos sempre com humildade e unidos num ideal de caiçaras, graças a Deus.

(por Fernando Florindo – proprietário)